Lgº. Sr.ª da Penha, 6160-115 ESTREITO
(+351) 272 654 670
(+351) 272 654 670

– Igreja de S. João Batista –

Torre

É no início do século XVII, que aparecem datadas as primeiras Visitações no arquivo Paroquial da Igreja de S. João Batista, as quais inicialmente referiam um templo modesto e pequeno mas envolto em grande devoção por parte do seu povo a quem teciam consideráveis elogios, pois tendo presentes as suas dificuldades foi gente que, humildemente, ao longo dos anos, foi acudindo às necessidades da sua Igreja Paroquial.

Transcrevendo na integra uma das Visitações (13-04-1745) feitas à Igreja de S. João Baptista, ficamos com uma visão abrangente e mais clara de como foi o templo que ali existiu.
A Torre do Adro como é habitualmente designada é o que atualmente existe da antiga Igreja de S. João Batista. Devido à sua antiguidade e exiguidade um novo templo foi construído, com o mesmo nome, deixando apenas a Torre Sineira do antigo templo no adro da localidade.

A antiquíssima Pia Batismal permanece no interior da Torre, no entanto a figura de S. Jacinto, que em sua honra foi, em 1631, levantado um altar lateral nesta igreja, permanece juntamente com as imagens de Nossa Senhora do Rosário e de S. Domingos no Baptistério da atual Igreja Matriz.

Sendo em os ditos treze dias do mes de Abril, de mil e sete centos e quarenta e sinco annos nos Vezitadores gerais entramos em acto de vezitação nesta Parochial Igreja de Sam Joaõ Baptista do Estreito da Comenda de Oleiros que esta cita no Priorado do Crato (…) depois de feita a procissaõ dos defuntos vesitamos o Santissimo Sacramento, Altar Mayor, Colaterais, Pia Baptismal, e Santos oleos (…)

Corre esta Igreja do nacente a poente, e tem na Capella mór sinco varas de cumprido com quatro de largo, Retabollo de talha, com Sacrario, e tribuna da mesma tudo novo, e em madeira, forro de castanho apainellado pavimento de pedra fresta com vidrassa a sul, e a porta para a parte do norte da Sanchristia a qual he solhada e forrada com a fresta ao nacente, e tem tres varas e meia de cumprido, e duas de largo, e no Retabollo a Imagem de Sam Joaõ Baptista Padroeiro.
O Corpo da Igreja tem quatorze varas e méia de cumprido, e de largo quatro, e duas terças dous Altares colaterais na parte do Evangelho e de Nossa Senhora do Rozario, e da Epistola o de Sam Jacinto ambos com Retabollos pintados, e antiguos e no lado do norte tem mais outro das Almas com Retabollo de talha dourada tem pulpito, Pia Baptismal, Coro, hum confisionario, dous sinos e adro em volta Moveis (…) (1)

Fonte: (1) ANTT, Ordem de Malta, Visitação Geral, Liv. 16 (1744)
Foral Manuelino de Oleiros, de Leonel Azevedo